Aromaterapia

Jamar Tejada revela os principais usos dos óleos essenciais na beleza

Os óleos essenciais são feitos da essência da planta e contêm grande parte do princípio ativo responsável pela cura de doenças e estabilização do equilíbrio entre corpo e mente”, diz Jamar Tejada, farmacêutico homeopata, especialista em medicina alternativa e responsável em cuidar de tops como Vivi Orth e Pathy Dejesus. O profissional ressalta que a origem deles é sempre vegetal e os óleos podem ser obtidos das folhas, caule, raízes, flores e até cascas. “O grande diferencial dos óleos essenciais é a apresentação pura”, explica Tejada.

O farmacêutico afirma que os óleos apresentam uma concentração muito alta e se usados de forma incorreta podem causar alergias e outras reações adversas. Sendo assim, o mais recomendado, segundo ele, é ter acompanhamento de um profissional especialista. “Outra dica importante é comprar os óleos em farmácias de manipulação, evitando o uso de produtos adulterados”, diz.

Os usos mais comuns e seguros, de acordo com Tejada, são pelo difusor, com o óleo sendo evaporado no ar e por diluição em cremes hidratantes que aumentam a penetração dos ativos na pele. “Em casos específicos, podemos aplicar o óleo diretamente no local de tratamento, mas apenas algumas gotinhas”, diz.

Segundo o especialista, a proporção de uso deve ser sempre seguir o máximo de 5%, ou seja, para a diluição em cremes, se a embalagem tiver 100 g, deve-se pingar apenas 5 ml de óleo. Além disso, o farmacêutico explica que é importante realizar um teste de toque do óleo no antebraço para verificar se causou vermelhidão ou outros processos que caracterizem alergia, como coceira ou manchas.

Confira algumas recomendações do especialista e seus benefícios para a saúde e a beleza:

Eucalipto – Excelente para o tratamento das vias aéreas devido suas propriedades descongestionantes, pode ser usado com a ajuda de um difusor, mas apenas por pouco tempo. Se usado por longas horas, poderá causar o efeito inverso e afetar a respiração.

Cravo – Possui ação bactericida, anti-inflamatória, analgésica e antifúngica. Além de ser um ótimo óleo afrodisíaco. A aplicação pode ser diretamente no local, com apenas algumas gotinhas diluídas em óleo vegetal.

Rosa Mosqueta – Poderoso hidratante, este óleo é ideal para potencializar o poder de hidratação dos cremes corporais ou faciais diários. Respeitando a porcentagem de até 5%, são recomendadas algumas gotinhas. Também atuam em manchas e cicatrizes e melhoram a aparência de estrias.

Copaíba – Poderoso anti-inflamatório, muito recomendado para combater inchaço e dores musculares. Também age melhorando a circulação e possíveis inflamações. Pode-se adicionar algumas gotas em loções corporais.

Lavanda, Laranja e Rosa Branca – Esses três óleos são muito indicados para acalmar a mente e descansar o corpo. Proporcionam tranquilidade e relaxamento. A forma mais recomendada de uso é com difusores. A dica é pingar no máximo 5 gotas diluídas em uma pequena quantidade de água e assim deixar o aroma dos óleos se espalharem pelo ambiente. Só não recomendo deixar por muito tempo para não congestionar o sistema respiratório.

Gerânio – Esse óleo tem diversas indicações na beleza e bem-estar, além de ser um ótimo repelente natural. Possui uma ótima ação anti-inflamatória no tratamento de celulite, ferimentos e inflamações. Na pele, funciona como adstringente e antisséptico, bons para pele oleosa e tratamento de acne. O uso com difusor também estimula a qualidade do humor e trata ansiedade. Mas é muito importante usá-lo com indicação de especialistas. Não se deve aplicar diretamente na pele.

Bergamota – A principal propriedade desse óleo é sua atuação no sistema nervoso, sendo indicado para uso antidepressivo e no controle de tensões e ansiedade. A melhor indicação de uso é via difusor.

Fonte: Redação Revista H&C

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *