Bem estar

DICAS PARA PREVENIR O CÂNCER DE MAMA – OUTUBRO ROSA

Todos os anos, na chegada do mês de Outubro, inúmeras campanhas de Outubro Rosa são lançadas – as marcas adaptam suas logos para rosa, monumentos são iluminados, manifestações acontecem.

Mas você sabe o que significa?

A campanha Outubro Rosa é popular no mundo todo. É um movimento de conscientização sobre uma das doenças que mais mata mulheres no mundo todo: o câncer de mama. O intuito é difundir informações e incentivar que todas as mulheres façam periodicamente os exames como mamografia, e também o autoexame, para facilitar o diagnóstico precoce, possibilitando uma maior a chance da cura.

Importância

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais comum em mulheres, seguido do câncer de pele não melanoma, com 28% dos casos novos a cada ano, com estimativa de 59.700 novos casos até o final do ano de 2018.

Essa doença é rara em homens, apresentando somente 1% do total de casos.

Onde começou?

Teve início nos Estados Unidos depois de uma constatação de um crescente número de mortes de mulheres, por falta de informação.

Os estados americanos começaram a promover ações isoladas em relação à importância da informação, além de exames periódicos como a mamografia e o autoexame das mamas para a prevenção da doença. Porém eram feitas de forma desconexa. Com a aprovação do Congresso Americano, o mês de Outubro se tornou oficialmente o mês nacional americano de prevenção ao Câncer de Mama.

Em 1990, na cidade de Nova Iorque, foi realizada – pela fundação Susan G. Komen for the Cure – uma corrida para arrecadação de fundos e alertar sobre a doença. Os participantes carregaram um laço rosa na altura do peito que posteriormente virou o símbolo da campanha e se espalhou pelo mundo todo.

O nome, faz alusão à cor do laço e se tornou conhecido mundialmente, como um símbolo da luta contra o Câncer de Mama e estimula a participação de empresas, entidades e de toda população. Inicialmente, para sensibilizar e conscientizar a população, as cidades eram enfeitadas de rosa, com laços em locais públicos. E posteriormente ocorreram ações como corridas e chegaram até mesmo nas passarelas.

Como ela chegou ao Brasil?

A data de chegada ao Brasil não é precisa, porém no ano de 2002, o Obelisco do Ibirapuera (Mausoléu do Soldado Constitucionalista) na cidade de São Paulo foi iluminado de rosa em comemoração os 70 anos da Revolução, e permaneceu durante todo o mês de Outubro. Essa iniciativa se deu por um grupo de mulheres, em conjunto com uma empresa de cosméticos europeia.

Hoje, muitos monumentos como o Cristo Redentor no Rio de Janeiro, o Jardim Botânico em Curitiba, e o Congresso Nacional em Brasília, iluminam sua fachada para demonstrar estarem engajados com o movimento.

Prevenção

Hoje, existem diversos modos de atuar, para diminuir as chances de desenvolvermos a doença. Eliminar os fatores de risco é uma das formas mais efetivas.

Esses fatores, podem ser hábitos, atitudes ou características individuais divididas em:

・ Comportamentais: são hábitos como uso prolongado do álcool, fumo, sol em excesso, alimentação inadequada, sedentarismo, obesidade e uso de cosméticos que contenham parabenos – bastante utilizado para prevenir a proliferação de bactérias, conservando o produto por mais tempo. Porém, em estudos realizados após o ano de 2004, foram encontrados traços dessa substância em tumores de mama, e passou a ser um alerta para os médicos.
・ Ambientais: são do ambiente em que se vive: fumo passivo, poluição, pesticidas, raios UV;
・ Biológicos: são características físicas, como pele, idade;
・ Hereditários: são relacionados a genética, herdadas dos pais (é importante conhecer, mesmo que não sejam herdados, pois pode ser evitado mediante detecção precoce).

Existem alguns hábitos de vida saudável, que podem evitar o aparecimento da doença ou aumentar chances de cura quando não pode ser evitado. Estão entre eles:

Alimente-se bem – Alguns alimentos como vegetais como frutas podem te proteger, e prevenir ainda doenças do coração e até mesmo diabetes. Evite alimentos que contenham conservantes e corantes cancerígenos.

Faça atividades físicas –Manter essa regularidade na prática de exercícios físicos é uma das formas mais eficazes de reduzir o risco da doença.

Exposição ao sol – uso de protetor solar e redução da exposição ao sol;

Evite cosméticos que contenham parabenos – fique de olho nos rótulos dos cosméticos que você usa como desodorantes, maquiagens, esmaltes, hidratantes, perfumes. O uso de produtos que contenham esses conservantes pode causar o câncer. Inclusive, muitos médicos recomendam, para as pessoas que já tiveram diagnóstico de câncer de mama, que não utilize produtos que contenham parabenos. Olhe nos rótulos pelos nomes que terminam com “paraben”, como ethylparaben, propylparaben, methylparaben.

Prevenção através de medicamentos/alimentos – algumas vitaminas, medicamentos e outros agentes são capazes de prevenir alguns tipos de câncer. Para utilizá-los corretamente, consulte sempre um profissional da saúde.

Nós, da Nature Therapy, nos preocupamos com sua saúde! Desenvolvemos nossas fórmulas livres de várias químicas nocivas, inclusive de parabenos.

Conheça todos os nossos produtos, que são alinhados com esse propósito de evitar o câncer por meio do uso de químicas nocivas. Visite nosso site: www.naturetherapy.com.br

Gostou de saber?! Então acompanhe o nosso blog. Semanalmente temos um assunto interessante para você se manter informada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *